Que tipo de PAI você é?

paiSer pai é prazeroso, mas não é simples e muito menos fácil. Afinal, antes de ser pai, você escolhia a hora de dormir e tinha certeza de que não iria ter o sono interrompido e nem passaria noites em claro. Você não tropeçava em brinquedos, até porque só ficavam espalhados pela casa seu laptop e suas roupas. Você nunca havia precisado segurar a mão de uma criança enquanto ela tomava uma vacina ou uma injeção. Você não se sentia tão feliz por alimentar alguém, a não ser aquele cachorro que você tinha quando era pequeno. Você nunca ficou tão triste ao ver uma lágrima sendo derramada e nem tão alegre ao ver um sorriso no rosto de alguém. Você nunca teve a sensação de ter o seu coração fora do próprio corpo. Nem passou pela sua cabeça que pudesse amar tanto alguém.

Nesta palavra com apenas três letras cabe um infinito de responsabilidades, exigências e abdicações. Porém, existe receita para ser um bom pai? A dificuldade de saber se acertamos ou não na educação de nossos filhos, depende de como nos comportamos e do resultado que teremos quando essas crianças crescerem. “Cada pai tem característica própria que deriva da personalidade e do modelo de educação que receberam de seus pais. Por mais que tenham características negativas sempre passam algo positivo para a personalidade do filho”, avalia Yasushi Arita, presidente da Arita Treinamentos.

Descubra abaixo qual tipo de pai você é:

 Pai Superprotetor

COMPORTAMENTO: Está sempre pronto para ajudar, não sabe dizer não, geralmente tem dó dos filhos e age emocionalmente.

Características positivas: Extremamente atencioso e gosta de lidar com os filhos.

Características negativas: Não sabe dizer “não” aos filhos e não sabe impor limites a eles.

 Pai Autoritário

COMPORTAMENTO: Perfeccionista, sempre cumpre com a palavra, cobra demais os filhos.

Características positivas: Valoriza tradições e é muito preocupado com responsabilidades e regras.

Características negativas: Critica tudo na vida dos filhos, é muito rigoroso com os defeitos e falhas e geralmente é muito preocupado com a educação dos filhos.

 Pai Adulto

COMPORTAMENTO: Analisa os fatos antes de tomar algumas decisões, controla suas emoções e atitudes na frente dos filhos, procura conversar e explicar tudo aos filhos.

Características positivas: É racional, é lógico, não se abala frente a manhas e birras.

Características negativas: Não demonstra emoção facilmente, é frio.

 Pai Submisso

COMPORTAMENTO: Sabe lidar bem com os filhos, esforça-se para contentá-los, segue regras e geralmente tem projetos, mas não os coloca em prática.

Características positivas: Gosta de seguir regras, é educado, é carinhoso e tem muita paciência com os filhos.

Características negativas: É retraído, não tem autoridade perante os filhos, adia tomar decisões e vive se queixando da vida.

 Pai Permissivo

COMPORTAMENTO: É extremamente curioso, age no calor do entusiasmo, é obstinado com relação aos filhos.

Características positivas: É corajoso, desafiador, espontâneo.

Características negativas: Não dá limites aos filhos, dificilmente exige que os filhos cumpram regras.

* Fonte: Yasushi Arita, presidente da Arita Treinamentos

Veja também: