Dicas para um parto mais fácil

Por Gísele Wachs – Colunista de Saúde

Alguns exercícios poderão ajudá-la a manter a energia durante a gravidez e prepará-la para o dia do parto ser mais tranquilo. Para isso, aliar os exercícios físicos que ajudam na preparação dos músculos e na respiração, serão muito bem vindos.

É claro que, durante a gravidez, o objetivo não é esculpir músculos nem superar seus próprios limites. O Trabalho corporal agora, deve ser ajustado a sua preparação física e às mudanças que acontecem no seu corpo, preparando-se para o parto.

Foto Reprodução - Fonte Site Bebê Abril

Foto Reprodução – Fonte Site Bebê Abril

  • POSTURA CORRETA

Tente se policiar ao sentar, andar, deitar, ou seja, sua postura no seu dia a dia. Ela será essencial pra que passe uma gestação sem dores e tensões na coluna, que são frequentes devido à alteração do centro de gravidade, devido ao crescimento de seu bebê.

Mantenha os ombros relaxados, pescoço alongado, massageie a lombar (deitada e com pernas flexionadas, balance o corpo para ambos os lados) e massageie seus pés (pressionando-os contra uma bolinha macia de borracha).

  • MAIS ENERGIA

Caminhadas, natação, hidroginástica são ótimas opções para a preparação do parto e por aumentarem sua energia e disposição. Além de melhorarem o sistema cardio-respiratório e fortalecer músculos importantes para a hora do parto.

Quem está habituada a fazer exercícios e não tem riscos, o médico obstetra, geralmente, libera a prática desde o início da gestação, caso contrário, comece no segundo trimestre.

Tente ao menos, caminhar, 3 vezes por semana, durante 30 min e sem elevar a frequência cardíaca de 140 bpm. Para fazer exercícios aquáticos, evitar águas quentes (acima de 32 graus), poderá optar por aula de hidroginástica, natação ou até mesmo, caminhar dentro d’água por 30 min.

  •  RESPIRAÇÃO E PERÍNEO

O principal objetivo das técnicas de controle respiratório das gestantes é o prolongamento da expiração. Pois durante a gravidez, o útero ocupa mais espaço no abdômen, restringindo a ação do diafragma. Ou seja, sua respiração fica mais curta, e tende a provocar tensões musculares e, possivelmente, mais dor na hora do parto. Durante as contrações, a sua respiração fica mais superficial e, nos intervalos, é importante que saiba prolongar a expiração para relaxa.

O fortalecimento do períneo irá ajudá-la no controle que precisará dominar na hora do parto. É um exercício simples, pode ser feito em qualquer lugar e é de estrema importância. Contraia progressivamente a região entre ânus e a vagina e quando chegar no momento máximo de contração, relaxe.

Gísele Wachs Personal Trainer – Cref: 042365-G/SP

Contato: 9 9722 2419