Documentário – Muito além do peso!

muitoalemdopesoNão sou radical com a alimentação da minha filha, porém sou um pouco chata ou neurótica (como diz o meu marido) e me preocupo em procurar alternativas mais saudáveis para a alimentação dela.

É claro que um doce ou salgadinho eventualmente em uma festinha por exemplo, não é o suficiente para causar a obesidade de uma criança, mas sim a rotina e os hábitos alimentares.

Quando li sobre esse Documentário, fiquei  assustada. Ao assistir o Documentário fiquei ainda mais assustada, chocada e triste, pois é uma questão muito séria que está sendo ignorada por muitas famílias.

Pela primeira vez na história da raça humana, crianças apresentam sintomas de doenças de adultos. Problemas de coração, respiração, depressão e diabetes tipo 2.
Todos têm em sua base a obesidade.
O documentário discute por que 33% das crianças brasileiras pesam mais do que deviam. As respostas envolvem a indústria, o governo, os pais, as escolas e a publicidade. Com histórias reais e alarmantes, o filme promove uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo.

Veja algumas informações extraídas do filme:

  • 56% dos bebês brasileiros com menos de um ano de idade tomam refrigerantes.
  • Um terço das crianças brasileiras está acima do peso ou obesa: 33% têm obesidade, sendo que quatro de cada cinco delas deverão manter-se nessa condição até o fim da vida.
  • Um pacote de batata frita contém 77g de gordura. Imagine 3 dedos de óleo dentro de um copo.
  • A criança obesa se sente excluída, se esconde nas roupas largas. Sua auto-imagem é péssima.
  • Um achocolatado pronto tem o equivalente a 6 sachês de açúcar.
  • Uma lata de coca-cola contém 7 sachês de açúcar. No final do mês, tomando uma lata de refrigerante por dia, você consumiu 1,110Kg.

Você pode ver o vídeo aqui:

“Um filme obrigatório para qualquer pessoa que se importe com a saúde das nossas crianças” Jamie Oliver.

Para saber mais acesse: http://www.muitoalemdopeso.com.br/

 

Veja também: